OVNI

Instantes antes de morrer, dispenso a precisão traduzida na unidade de tempo corrente, afinal em breve livrar-me-ei finalmente de tão insistente recordação. Instantes antes de morrer vi um ovni no céu disfarçado de estrela, um muito a desejar disfarce, pois nem a cor, nem a forma, nem o movimento eram os de uma estrela, e com estas espalhadas à sua maneira em volta do objeto não identificável, a camuflagem ia por água a baixo ao primeiro passar de olhos, mas não caía por terra, jamais cairia por terra.

Devo manifestar certa indignação, é talvez a primeira vez que o faço, por só aparecer agora no fim. Anos, vou voltar a não ser preciso, abandonei de vez esta obsessão,

anos a forçar abraços a troncos de instituições mitológicas seguidos de aterragens mais ou menos estilosas ora em desertos, ora em relvados, sempre com a esperança de fazer erguer nem que seja um ramito,

anos a sorrir com cortinas de pedras uniformizadas em frente do início do escorrega escuro por onde já passou sabe-se lá o quê,

anos avançar por entre o insondável, respirá-lo ininterruptamente, completamente cegos à qualidade do ar, e mesmo assim arriscando escrita e rescritas acerca do assunto, sempre este assunto mais ou menos bem tratado em fundo branco riscado a preto, convencionalmente, sinais sonoros brancos como as estrelas, pretos como o substracto,

anos a dizer algumas coisas e a não dizer outras, como se fosse isso que fizesse alguma diferença,

anos a sentir o calor do sol na face e uma rua extensa pintada com as cores mais amnésicas e o cantar do que dizemos pertencer aos pássaros. Nem tudo é mau, nem tudo foi bom, e se me tivesse livrado a tempo destas duas palavras, bastava-me livrar de uma alias, o que não teria sido a vida, teria sido o paraíso que sempre foi, escondido atrás de uma subjetividade comprada em noite de bebedeira a sabe Deus que preço. Felizmente os vapores do álcool fizeram cair a factura no esquecimento. Mas aquele ovni sabe, se calhar é ele que daqui a instantes, já disse que não volto a ser preciso, vai fazer contas comigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.