O que me fui lembrar

Eu não sou isto que aqui vês

Este é o corpo que uso para ser nos outros tudo aquilo que posso ser

Estou cansado, o meu corpo está gasto

Porque já sou muitas coisas nos outros

O que vai ser de mim quando os outros morrerem

Eles que transportam o meu verdadeiro eu

E o que vai ser dos outros quando eu morrer

Eu que tenho em mim tanto que não me pertence

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.